Tecnologia Infra’Aging: uma nova abordagem sobre o fotoenvelhecimento

O envelhecimento da pele é causado por dois processos principais:

  • Envelhecimento intrínseco ou cronológico: é um processo contínuo e inevitável devido à passagem do tempo e está ligado a genes (relógio biológico das células da pele).
  • Envelhecimento extrínseco: devido a fatores externos, como poluição, tabagismo, fotoenvelhecimento que levam ao envelhecimento prematuro da pele.

Cientistas estimam que o sol seja responsável por 90% do envelhecimento precoce da pele e alertam a importância de combater estes danos e preveni-los.

Fotoenvelhecimento

Parte da radiação solar existente atinge o planeta e é filtrada pela atmosfera. As 3 faixas de radiações que atinge a superfície terrestre se dividem em radiação ultravioleta; luz visível e radiação infravermelha.

Há anos, o fotoenvelhecimento esteve atribuído apenas à radiação solar (radiação ultravioleta), onde a UVA penetra profundamente na derme e induz ao envelhecimento acelerado e os raios UVB penetram na epiderme e provocam queimaduras. A radiação UV atinge apenas 7% da superfície da terra, cerca da metade estão na faixa da radiação infravermelha (IR), aproximadamente 54%. Portanto o impacto desta radiação sobre a pele não pode ser esquecido ou negado. Raios IR também são responsáveis pelo envelhecimento precoce e existência de rugas. Este fenômeno da vida a um novo conceito, o Infra’Aging, o qual significa o envelhecimento da pele induzido por IR.

Infra’Aging: uma nova abordagem para o fotoenvelhecimento

Conceito criado e tecnologia ADÉLIA MENDONÇA COSMÉTICOS onde considera a incidência do IR como efeito adicional aos danos UV e acelera o processo de envelhecimento cutâneo precoce.

Efeito direto dos raios UV e IR

Raios UVB penetram na epiderme enquanto UVA são conhecidos por penetrar até a derme papilar (derme superior). A radiação IR especialmente a IRA penetra profundamente na pele até atingir a derme reticular (derme inferior) enquanto o IRB e IRC só afetam a derme superior.

Catepsina G é uma enzima pertencente à família das proteases e está presente na pele fotoenvelhecida, induzindo ao aumento da produção de metaloproteinases (MMP) e degradação de fibras.

Efeito indireto de IR: Envelhecimento térmico

Quando exposição direta a luz solar, a temperatura cutânea chega a cerca de 40°C, ocorre a absorção de IR em calor, contribuindo para o foto-envelhecimento e estimulação da produção de MMP. Com a associação de UV e IR e consequentemente produção de MMP, as duas radiações são responsáveis pelo envelhecimento precoce e aparecimento de rugas. Com esta nova consideração do impacto de IR no envelhecimento da pele, é necessário oferecer ao mercado proteção solar com conceito inovador protegendo as células e a pele dos danos induzidos por IR.

Com a associação de UV e IR e consequentemente produção de MMP, as duas radiações são responsáveis pelo envelhecimento precoce e aparecimento de rugas. Com esta nova consideração do impacto de IR no envelhecimento da pele, é necessário oferecer ao mercado proteção solar com conceito inovador protegendo as células e a pele dos danos induzidos por IR.

A Adelia Mendonça Cosmeticos apresenta o elixir da juventude na prevenção e combate do envelhecimento térmico

O extrato de Polygonum aviculare é rico em flavonoides, sendo uma planta selvagem pertencente à família polygonaceae.

Ele tem como via de inibição da atividade da enzima Catepsina G, e  reduz a produção de MMP induzida por IR e UV, contribuindo para integridade de fibras e proteínas da matriz extra celular e minimizar o aparecimento de rugas.

Pele fotoenvelhecida em uso regular da tecnologia infra’Aging:

  • Diminui rugas
  • Aumenta elasticidade e firmeza
  • Aumenta tropoelastina e fibrilina-1
  • Diminui MMP´s
  • Diminui enzima Catepsina G

Complementando a proteção de filtros e protetores solares, biologicamente protege a pele dos danos UV e IR e permite uma exposição mais segura a radiação solar.

Nova abordagem contra o fotoenvelhecimento – Estudo de Eficácia

Inibição da Catepsina G

A Catepsina G é uma serina protease com importantes funções biológicas, tais como processamento de proteólises pro-enzimáticas, degradação intracelular, etc. A Catepsina G ativa MMP-1, MMP-2 e MMP-3, induzindo assim a degradação de proteína na epiderme e derme. Son et. al. também demonstra que a Catepsina G aumenta a expressão de MMP em fibroblastos humanos normais através de fragmentos de fibronectina e induz a conversão de próMMP-1 para MMP-1 ativo. Também demonstra que Catepsina G estimula a atividade elastolítica da elastase induzindo fragmentação de fibras elásticas. Recentemente foi demonstrado que a expressão de Catepsina G é maior na pele fotoenvelhecida, aumentando assim a expressão de MMP.

A MMP contribui muito para os danos da matriz extracelular (MEC) da pele fotoenvelhecida, e a fibronectina é um elemento importante na manutenção da integridade da MEC. Estas alterações da matriz induzem a rugas e peles mais ásperas.

Objetivo:

Verificar e evolução da atividade de Catepsina G e a capacidade da tecnologia Infra’Aging de Adelia Mendonça Cosméticos na inibição desta atividade.

Resultado:

Como mostrada na figura abaixo, esta tecnologia inibe 50% da atividade da enzima G.

Estudo EX Vivo

Evolução da indução de IR – Infra’Aging

A exposição aos raios UV demonstrou-se aumentar fortemente a expressão de MMP induzindo os danos da matriz extracelular dérmica.

Um dos primeiros sinais de fotoenvelhecimento é o desaparecimento das fibras de oxitalam localizado na derme papilar.

Resultado:

Imunocoloração da expressão de MMP-1 em pele de biopsia irradiada ou não com infravermelho e pré-tratado ou não com Elix-IRTM no D6 foram apresentadas a seguir.

No 6° dia sem tratamento, a coloração de MMP-1 é moderada a muito claro. Na derme papilar, a coloração é fraca.

 + Radiação IR

2% de Tec Infra’Aging + Radiação IR

Após radiação IR e comparação com o controle, o expressão de MMP-1 é claramente aumentada na epiderme e derme (figura a esquerda). Após tratamento seguido de radiação IR comparado com controle, à expressão de MMP-1 é claramente reduzida (figura a direita). O pré-tratamento com a tecnologia Adelia Mendonça Cosméticos inibe totalmente a indução de MMP-1 por radiação IR.

A radiação IR diminui as MMP que são secretadas por queratinocitos e fibroblastos, reduzindo substancialmente o dano do tecido conjuntivo. A diminuição de MMP induzida por IR, secretadas por queratinócitos e fibroblastos, diminuem substancialmente o dano do tecido conjuntivo na derme papilar e reticular.

+ Irradiação IR

2% de Tec Infra’Aging + irradiação IR

Este experimento confirma que na inibição da Catepsina G, a tecnologia Adélia Mendonça Cosméticos diminui a produção de MMP sob IR e protege totalmente as fibras da derme reticular da degradação induzida por IR e pelo calor.

Protegendo totalmente a derme reticular dos danos de IR.

Com base nos resultados obtidos com os procedimentos experimentais adotados, pode-se concluir que a tecnologia Infra’Aging de Adélia Mendonça Cosméticos:

  • Aumenta a firmeza da pele na área tratada
  • Aumento da elasticidade da pele na área tratada

Sun Science FPS 40 FPUVA 17 – Protetor Solar de Amplo Espectro

O protetor solar de amplo espectro Sun Science FPS40/PPD+++ apresenta em sua composição lisados de leveduras biotecnológicas, enriquecidas com ozônio natural, protegendo a pele por 12 horas, reduzindo rugas, sulcos superficiais e microdanos; aumentando a elasticidade da cútis e seu efeito barreira, melhorando a hidratação, incluindo ação detoxificante profunda.

Considerado como o filtro solar do futuro, tal produto possui ampla proteção UVA e UVB (290 a 400 nm) que protege contra os efeitos nocivos do sol, além de atuar eficazmente na absorção da radiação emitida pelos comprimentos de onda Visível (400 a 500 nm), reduzindo os efeitos cutâneos induzidos através da exposição direta a radiação Infravermelho (IR).

Contém 5 exclusivas tecnologias: Tec-Infra’Aging, fator de proteção de Ozônio, tecnologia urban age detox, proteção DNA fuller para rejuvenescimento digital e microorganismo basal para a beleza da pele. Além de proporcionar um toque mais seco à formulação, é capaz de absorver a oleosidade da pele no decorrer do dia, evitando que a mesma fique com brilho excessivo. Protege sua pele até 40 vezes mais do que sem a sua aplicação!

Especificações:

  • Fotoproteção UVA/UVB
  • Fotoproteção contra o comprimento de onde visível
  • Fotoproteção contra o comprimento de onda eletromagnético
  • BENEFÍCIOS INÉDITOS: Proteção contra radiação digital emitida por aparelhos como TV, Computador e Celular
  • Proteção contra os agentes de poluição – blindando a pele de forma que a mesma se torna resistente a qualquer poluição do ambiente ao qual se encontra.