Clean Face Whitening: sérum clareador com alfa arbutin e complexos ácidos

A linha de tratamento manchas Adélia Mendonça tornou-se o carro-chefe da empresa devido aos resultados seguros e eficazes com resposta rápida e satisfatória. Tanto o consumidor final quanto profissionais da área estética de diferentes formações, como dermatologistas, fisioterapeutas dermatofuncionais e esteticistas atestaram a qualidade e eficácia dos produtos que compõe a linha clareadora. A diretriz de pesquisa Adélia Mendonça tem como pilar oferecer o que há de mais avançado, selecionando cuidadosamente ativos com combinações que promovam sinergia com resultados inéditos, cujas propriedades reforçam entre si a ação a proposta.

banner-clean-face-whitening

O lançamento do Clean Face Whitening veio agregar a linha de despigmentação, com uma fórmula exclusiva que reúne potentes agentes clareadores, antioxidantes, umectantes e de ativação da regeneração celular. Atua na uniformização do tom da pele com potente ação de bloqueio sobre a síntese da melanina, por meio da inibição da oxidação enzimática da tirosina. O Clean Face Whitening atua em cinco fases da cadeia da melanogênese, eliminando manchas já formadas e prevenindo o aparecimento de novas. Possui ainda ésteres de vitaminas que promovem elasticidade e aumento da iluminação e hidratação da pele, além de potente ação antienvelhecimento. Sua fórmula contém o Alfa Arbutin, agente clareador cujas propriedades foram demonstradas por estudos científicos possuir eficácia superior a outros ativos despigmentantes na mesma concentração associado a outros complexos.

Clean Face Whitening possui também uma combinação exclusiva de ação clareadora que combina extrato de Sephora Flavescens com água de Kiwi, cuja sinergia compõe um tratamento diferenciado e mais abrangente por tratar não apenas o controle das manchas por meio do bloqueio da ação da tirosinase, como também oferecer ação antioxidante e antiglicante. Esta proposta aborda todas as causas das manchas senis e fotoestimuladas. Sabe-se que a glicação e a degradação da epiderme, não apenas provocam envelhecimento cutâneo, como também contribuem para o surgimento das hiperpigmentações. Combater esses efeitos, portanto, permitem que o tratamento atue tanto quando no foco das manchas já formadas ou em formação, quando na correção das condições que possam favorecê-las. O tratamento adequado das manchas envolve:

  • Ação na epiderme: Melanogênese, produção e eliminação de melanina.
  • Ação na derme: Protege contra o fotoenvelhecimento e degradação de MMPs, protege a matriz extracelular contra a glicação.
  • Ação por toda a pele: Inibe a inflamação, degradação oxidativa e retração da distribuição dentritica de melanossomos.
  • Ação hormonal: inibição dos estímulos hormonais ao aumento da produção de melanina.

Dessa forma, a ação conjunta destes ativos atua no clareamento das manchas agindo nas causas epidérmicas e dérmicas, com benefícios antienvelhecimento. Outro diferencial desta combinação é atuação feita não somente como inibidor da produção de melanina. Esta associação combate a formação da melanogênese, por meio da inibição da tirosinase, como também diminui a transferência da melanina já formada para os recipientes de queratinócitos.

O combate da degradação oxidativa que também leva à formação de manchas, também ganha um aliado com a incorporação da Vitamina C Aquaestável, sob a forma de Ascorbil Fosfato de Sódio. Este ativo além de combater os radicais livres que também favorecem o surgimento da hiperpigmentação, possui também ação clareadora devido à sua capacidade de inibir a melanogênese, que é a cadeia seqüencial de formação da melanina, em até 57%. Portanto, este ativo se torna um importante coadjuvante no tratamento de manchas. Quanto ao fortalecimento dérmico, a Vitamina A presente na fórmula também contribui devido à sua participação no controle do desenvolvimento da derme. Ela possui um papel importante na regulação e crescimento das células epiteliais. Sua ação ativa a produção de mais proteínas epidérmicas tornando-a a mais espessa e coberta por uma camada de queratina com melhora formação.

Outro importante ativo clareador contido nesta composição é o Hexylresorcinol. Testes obtidos in vitro e estudos clínicos em humanos demonstraram que o Hexylresorcinol altamente purificado possui eficiente ação de embranquecimento de forma segura, sem risco de toxidade a longo prazo. O efeito de clareamento da pele é resultante da inibição das enzimas tirosinase e peroxidase, além do estímulo à síntese de glutationa, que além de inibir a produção de melanina, também protege as células dos danos oxidativos.  Dessa forma, além do clareamento, o Hexylresorcinol também possui ação antioxidante combatendo os radicais livres e, antiglicante impedindo a degradação celular pelo efeito de glicação. Além de despigmentar, ele também preserva o colágeno resultando em uma pele mais clara e rejuvenescida. O Hexylresorcinol não sensibiliza a pele e pode ser usado durante o dia, preservando as propriedades de clareamento.  Além da ação despigmentante, ele também protege o DNA, possui ação oxidante e confere proteção protéica, com ênfase no efeito colágeno-protetor.

O Clean Face Whitening é composto por Alfa Arbutin, Ácido Ferúlico, Ácido Hialurônico, Hexylresorcinol, Niacinamida, Vitamina C Aquestável, Vitamina A, Extrato de raiz Sophora flavescens, Extrato de Kiwi, Glicerina e Silicones.

Seus multibenefícios incluem:

  • Potente ação clareadora;
  • Estímulo à elasticidade da pele;
  • Reestrução tecidual por meio de complexo vitamínico;
  • Homogeneidade cutânea promovida por lipossomas ácidas;
  • Combate aos radicais livres;
  • Ação antiglicante.

Alfa Arbutin:  ativo biossintético que estruturalmente é um alfa-glucosídeo. Possui potente ação clareadora com resultados altamente eficazes. Sua ação clareia e promove maior uniformidade à pele, devido à capacidade de bloquear a síntese da melanina ao inibir a oxidação enzimática da tirosina, célula que produtos os pigmentos que dão coloração marrom à pele. Testes in vivo comprovaram sua eficácia na inibição da tirosinase, com o experimento que resultou em clareamento da pele superior a outros ativos clareadores que continham a mesma concentração. Também apresentou melhora significativa no clareamento de manchas senis.

Ácido Ferúlico: substância encontrada em folhas e sementes de diversas plantas, entre elas: cereais como arroz marrom, trigo e aveia, como também outras plantas como café, Macaé, alcachofra, etc. Suas propriedades mais reconhecidas são a de potente antioxidante com alto poder de combate aos radicais livres e poderosa ação de absorção da radiação UV e minimização dos seus danos.  Sua ação antioxidante neutraliza os radicais livres (superóxido, óxido nítrico e radicais hidroxilas), que podem causar danos oxidativos nas membranas celulares e DNA.

Ácido Hialurônico: o ácido hialiurônico é uma substância que preenche os espaços entre as células. Ela é encontrada em nosso organismo porém, com o avanço da idade, começa a apresentar declínio, o que leva à perda da densidade dérmica e formação de rugas. Há evidências clínicas que o ressecamento que ocorre durante o processo de envelhecimento tem como principal causa a diminuição dessa substância no organismo. A baixa hidratação cutânea e a perda da elasticidade, também são conseqüências dessa diminuição.  A suplementação com o ácido hialurônico possibilita corrigir a perda de umidade da pele, pois ele forma uma fina película transparente, mantendo a umectação dérmica. Obtido por biotecnologia, ele apresenta-se na forma de sal sódico, o Hialuronato de Sódio. A sua principal característica é manter-se na superfície não sendo, portanto, absorvido pela pele. Esta condição permite que ele atue formando uma película transparente com ação de  proteção natural e excelente reservatório de água. O filme de ácido hialurônico ajuda a preservar suas características principais de pele jovem e saudável, assim como suavidade, elasticidade e harmonia.

Hexylresorcinol: O Hexylresorcinol é o alquil resorcinol mais estudado e conhecido. Os alquilresorcinois são lipídeos fenólicos anfifílicos encontrados em farelo de centeio e outros cereais. É comprovado clinicamente como um dos agentes clareadores mais potentes e seguros do mercado.  Estudos clínicos demonstraram que o ativo é quatro vezes mais efetivo que a Hidroquinona e sua ação atua regulando pelo menos, cinco etapas da melanogênese – processo de produção e distribuição de melanina realizada pelos melanócitos.

Niacinamida: ativo pertencente à família das vitaminas B. Possui propriedades hidratantes, clareadora e redutora da aparência da acne. A eficácia de hidratação da pele foi comprovada por experimentos que demonstraram aumento de lipídeos como ácidos graxos e ceramidas enquanto sua ação reduziu a perda de água transepidérmica. Essa alteração preservou constituintes fundamentais para manter a intregridade da barreira da camada córnea que está intimamante ligada à manutenção da maciez e sedosidade da pele. Quanto à ação anti-idade,  sua eficácia foi comprovada no estímulo dos fibroblastos com consequente síntese de colágeno, fundamental para manter a sustentação da pele. A ação clareadora da niacinamida atua de forma diferente. Ela não inibe a produção da melanina como os clareadores específicos. Ela auxilia na uniformização do tom da pele, devido à sua capacidade de inibir a transferênica dos melanossomas (que contém o pigmento melanina) para os queratinócitos. Pesquisas também comprovaram sua eficácia no combate às manifestações acneicas sem efeito irritante.

Vitamina C Aquaestável: é o ascorbil fosfato de sódio: um sal sódico estável com no mínimo 45% de ácido ascórbico. Seu mecanismo de ação se dá pela conversão do Ascorbil fosfato de sódio para ácido ascórbico livre através da degradação enzimática da pele. Previne a formação de radicais livres e reduz a melanogênese em até 57%.

Vitamina A: essencial para o crescimento, desenvolvimento e manutenção do tecido epitelial e da membranas mucosas e nos mecanismos de visão. Parte do desenvolvimento da epiderme é controlado pela vitamina A e estudos demonstram que ela pode modular a síntese do colágeno.

Extrato de raiz Sophora flavescens: planta originária da Ásia, rica em favanonas (substância ativa de eficácia comprovada na inibição da tirosinase, antioxidação e com potente efeito anti-inflamatório) e alcalóides (responsáveis pela inibição de MMPs e potente efeito anti-inflamatório).

Extrato de Kiwi: ativo 100% natural com propriedade comprovada de ação anti-tirosinase.

Glicerina: é um tri-álcool obtido comercialmente como subproduto da hidrólise de óleos e gorduras na obtenção de ácidos graxos ou a partir da manufatura da massa base de indústrias de sabão e sabonetes. Possui propriedade de absorção da água, funcionando como hidratante e umectante. Mantém a pele hidratada e a protege do ressecamento.

Ciclometicona: É um tipo de silicone com alta espalhabilidade e lubrificação, evitando a formação de resíduo oleoso.

Dimeticona crospolímero: Elastômero de silicone em ciclometicone com uma molécula de alto peso molecular. Usa tecnologia patenteada para modificar o sensorial do produto dando permeação intensificado e efeito selante invisível.