Clínica de estética: móveis e equipamentos essenciais

Formou-se na área estética e quer empreender? Trabalha na área há anos e quer ter seu próprio negócio? Então se liga nesse artigo e conheça equipamentos e móveis essenciais para uma clínica de estética.

Antes de mais nada uma informação importante. O Brasil é hoje o terceiro maior mercado do Mundo para procedimentos estéticos.

Nesse sentido, abrir uma empresa nesse ramo significa ter um bom número de clientes. Todavia, a disputa por esse consumidor é grande.

Dessa forma, um profissional deve buscar se destacar no mercado. E a montagem da clínica faz toda diferença.

Primeiramente vamos aos móveis. E não falamos aqui de decoração.
Claro que uma clínica bonita e com visual moderno chama a atenção.
Contudo, nesse texto, vamos nos concentrar na mobília básica para colocar seu negócio em pé.

De antemão, não se pode falar em procedimentos estéticos sem maca.
Nesse sentido, escolha uma com regulagem de altura e apoio para o rosto. Essas duas características facilitarão o seu trabalho.

Sob o mesmo ponto de vista faça a escolha do seu mocho, ou banco.
Nos procedimentos mais longos, é nele que o profissional se senta. Nesse caso a dica também é ficar atento à regulagem de altura.

Além disso, é fundamental que o banco gire. Peças brancas são as mais procuradas, mas exigem mais esforço de limpeza.

Para fechar a lista de móveis básicos chegamos ao carrinho auxiliar.
Você sabe que um tratamento requer diferentes produtos e, eventualmente, equipamentos.

Como resultado, ter tudo à mão significa um esforço menor e mais concentração no procedimento em si.

Escolha modelos leves, com um bom número de prateleiras e espaço suficiente para acomodar seus insumos.

Clínica de estética: os equipamentos

Depois de listar os móveis básicos de uma clínica de estética, hora de falar de máquinas e equipamentos.
Nesse sentido, esse será um dos principais investimentos para o seu negócio

Escolha com calma e a certeza de que eles farão a diferença no seu trabalho.

Antes de mais nada, tenha em mente o seu portfólio de tratamentos
Conhecer bem essa lista te ajudará a comprar com mais assertividade.

Para procedimentos de limpeza de pele, por exemplo, os protocolos mudam de acordo com o tipo de pele.

Um dos equipamentos mais comuns para esse tratamento é o vapor de ozônio.

Do mesmo modo, os principais profissionais do mercado utilizam aparelhos de vacuoterapia.

Nesse sentido, eles são úteis tanto para extrações quanto para peelings

No caso de os serviços de microdermoabrasão estarem no seu radar, essas são as principais opções de mercado:
• Aparelho de Peeling de diamante
• Aparelho de Peeling de Cristal

Contra a flacidez, os equipamentos de Corrente Russa e Radiofrequência são os mais usados.

Do mesmo modo, a gordura localizada e a celulite têm máquinas específicas para tratamento:
• Ultrassom de alta ou baixa frequência;
• Ultracavitação;
• Lipocavitação focalizada;
• Criolipolise;
• Ondas de choque;
• Carboxiterapia;
• Criofrequência;
• Higiene e esterilização.

Para finalizar esse artigo, é sempre bom lembrar que a beleza tem relação direta com a saúde.

Nesse sentido, uma clínica de estética deve se preocupar com possíveis contaminações.

Dessa forma, lençóis e luvas devem ser descartáveis.

Se o seu negócio utilizar equipamentos que necessitem de esterilização, investir em uma autoclave também é recomendado.

Gostou do conteúdo? Que tal compartilhar com o colega de turma que pretende abrir uma clínica de estética com você?

Siga o nosso blog! O que não falta por aqui é informação relevante para o seu trabalho.