Whitening Mask: máscara de clareamento fotodinâmico com ação leave in

A despigmentação facial é um processo que envolve a inibição da cadeia melanogênica, uma sequência que ocorre no interior da célula e que dá origem à formação da melanina.  O profissional de estética em cabine conta agora com uma nova aliada no tratamento das hiperpigmentaçoes. Whitening Mask faz parte da nova linha de máscaras faciais Adélia Mendonça com ação despigmentante, para complementar tanto o tratamento estético profissional quando a rotina de beleza do dia a dia.

banner-whitening-mask

Whitening Mask compõe um novo conceito em máscaras faciais com dupla forma de aplicação:

  • biovetorização dermoselante leave in (sem enxágüe); uma inovação exclusiva da Adélia Mendonça Cosméticos. Permite a aplicação da máscara (que não deve ser removida e nem aplicado nenhum cosmético sobre a mesma), sem enxágue, e permanece em contato ativo com a pele de 4 até 12 horas. Seu sistema de biovetorizaçao de ativos promovem uma distribuição continuada e progressiva, realizando uma selagem biocompatível e não removível sobre a superfície cutânea.
  • ação fotoativada pela presença dos ativos cromóforos. Whitening Mask pode ser aplicada em associação a ledterapia, nos comprimentos de onda 500 nm a 600 nm (led âmbar ou verde) proporcionando resultados ainda mais eficazes. Esse poder de potencialização deve-se à adição de ativos cromóforos (substâncias capazes de absorver radiação (luz), modificando sua molécula original). O mecanismo de ação ocorre por meio da penetração da luz gerada pelo laser/leds (fótons) nas substâncias que absorvem a luz (cromóforos). Esta absorção de fótons produz a bioestimulação do metabolismo celular, e consequentemente, potencializam os efeitos da laserterapia

Sua composição reúne um complexo de ativos clareadores em alta concentração que se combinam a outros nanoativos dimensionais proporcionando resultados de clareamento com ação antienvelhecimento e controle da oleosidade. O complexo de ativos nanotecnológicos com ação clareadora compreendem o Alfa Arbutin, Ácido Fítico, Ácido Salicílico e o reconhecido Ácido Kójico, que somam-se aos nanoativos Ácido Cítrico, Ácido Lático, Uréia, Gluconolactona, Triglicerídeos do Ácido Cáprico-Caprílico, Alantoína e Cromósforos especiais. O complexo de ativos despigmentantes agem de forma rápida sobre os depósito melânicos, minimizando as manchas já existentes e inibindo novas formações. A este blend os demais ativos incorporados, agem sinergicamente promovendo intensa hidratação, umectação, ação antioxidante e redução do grau dos danos provocados pela exposição solar. Seus ativos umectantes e queratolíticos promovem intensa hidratação cutânea e atuam restaurando a uniformidade de regiões hiperpigmentadas.

Seus multibenefícios incluem:

  • Efeito clareador;
  • Complexo nanoativo reconstrutor facial;
  • Estímulo à elasticidade da pele
  • Reestruturação dérmica por meio de complexo vitamínico
  • Manutenção da homogeneidade cutânea
  • Hidratação intensa e de efeito prolongado

Alfa Arbutin:  ativo biossintético que estruturalmente é um alfa-glucosídeo. Possui potente ação clareadora com resultados altamente eficazes. Sua ação clareia e promove maior uniformidade à pele, devido à capacidade de bloquear a síntese da melanina ao inibir a oxidação enzimática da tirosina, célula que produtos os pigmentos que dão coloração marrom à pele. Testes in vivo comprovaram sua eficácia na inibição da tirosinase, com o experimento que resultou em clareamento da pele superior a outros ativos clareadores que continham a mesma concentração. Também apresentou melhora significativa no clareamento de manchas senis.

Ácido Fítico: ácido orgânico com propriedades antienvelhecimento e despigmentantes. É produzido durante a maturação da maioria das sementes de leguminosas e grãos de cereais. O fitato possui ação antioxidante similar à Vitamina C, sendo portanto, fundamental ao combate dos radicais livres. Sua ação clareadora deve-se à capacidade de inibir a tirosinase. Possui ainda ação anti-inflamatória, hidratante e quelante.

Ácido Kójico:  Obtido por meio da fermentação do arroz, o Ácido Kójico é um dos mais reconhecidos ativos com ação despigmentante. A ação suave não irrita e não provoca fotossensibilização, sendo portanto, ideal para uso diurno. Age inibindo a formação da melanina, por meio da quelação dos íons cobre e consequente bloqueio enzimático, processo que, quando em desequilíbrio, dá origem às manchas.

Ácido Cítrico: é um composto químico com ação de alfahidroxiácidos, com propriedades antimicrobiana, antioxidante, além de atuar no controle do pH facial.

Ácido Lático: o ácido lático é um ácido orgânico (alfa-hidroxiácido) sinteticamente obtido pela fermentação obtida de produtos como iogurtes, molho de soja, massa azeda, dentre outros.  Seu benefício à pele deve-se à sua função componente do NMF (fator natural de hidratação) que forma o manto hidrolipídico  e impede a perda de água, protege contra as agressões externas e mantém a umectação necessária à hidratação cutânea. Além disso suas propriedadades regulam o pH natural da pele e conferem ação antimicrobiana.

Ácido Salicílico: é um hidroxiácido efetivo no combate ao quadro acneico. Suas propriedades incluem redução da formação da acne e comedões e a efetiva melhora da textura cutânea. Possibilita uma esfoliação suave que refina a pele e corrige as imperfeições causadas pela oleosidade. Essa atribuição é favorecida alta solubilidade do ácido salicílico em óleos e lipídeos, já que ele se concentra nas camadas mais externa da pele que é rica em lipídeos e por isso, favorece a remoção das células mortas, proporcionando uma pele mais lisa, sedosa sem o risco de ressecamento.

Uréia: é utilizada no tratamento de peles secas devido à hidratação diferencial que consiste em agir no interior da célula ao se ligar às moléculas de água. Este mecanismo permite aumentar o tempo de duração do efeito hidratante. Possui ainda, ação cicatrizante.

Gluconolactona:  polihidroxiácido presente naturalmente na pele, participa da via metabólica do açúcar em nível celular. A suplementação cosmética é obtida pela oxidação da glicose do milho. Possui alto poder hidratante e ação esfoliante que não agride a pele, graças à sua composição química que permite que ele penetre profundamente na pele, sem irritá-la. Devido à sua atuação suave com potente ação rejuvenescedora pode ser usado em regiões sensíveis como a área dos olhos e dos lábios. Estimula a renovação celular com a mesma eficácia que outros ácidos, com a vantagem de não provocar sensibilização como queimação e ardência na pele. Auxilia no combate à acne devido à redução do número de lesões e a formação de comedões, associada às propriedades hidratantes e antioxidantes.

Triglicerídeos do Ácido Cáprico-Caprílico: hidratante que simula os lipídeos naturais da pele. É composto de uma mistura de triglicerídeos de cadeia média constituídos principalmente de ésteres dos ácidos cápricos e caprílicos do óleo côco. Possuem baixa viscosidade e emoliência não oleosa, além de promover o efeito tampão de manutenção da pele.

Alantoína: possui propriedades cicatrizantes, queratolíticas, hidratantes, epitelizantes e anti-irritantes. A Alantoína resulta do produto final do metabolismo de purina e, suas propriedades promotoras de penetração, potencializam a atuação de outros componentes na pele. Condiciona e promove maior capacidade de retenção de umidade, o que induz ao alisamento da superfície cutânea e melhor elasticidade no processo de cicatrização. O efeito anti-irritante combate o prurido que freqüentemente acompanha a formação de cicatrizes.

Cromóforos especiais: substâncias capazes de absorver radiação (luz), modificando sua molécula original. Eles atuam sobre os ativos fotoestimulados que, por sua vez, são aqueles cuja estrutura química sofre ativação/estimulação quando expostos à radiações de comprimento de onda específicos. Resumindo: os cromóforos absorvem a luz, que por sua vez, estimula os ativos fotoestimulados contidos na fórmula.